“Looper: Assassinos do Futuro” é thriller eletrizante


O diretor Rian Johnson retoma o tema
numa coprodução com a China em
"Looper: Assassino do Futuro"
Correio Do Brasil / Reuters


“Viajar no tempo é um tema que atiça a imaginação de leitores de livros de ficção científica e de cinéfilos que querem ver encontros com dinossauros ou testemunhar os avanços da ciência no futuro.

O paleontólogo George Gaylord Simpson enviou seu personagem, um pesquisador, para uma viagem sem volta para o período cretáceo no livro cult A Descronização de Sam Magruder; H.G Wells preferiu visitar um futuro que se mostrou totalitário em A Máquina do Tempo, e Ray Bradbury comprovou como uma viagem ao passado, para caçar dinossauros, pode alterar o futuro, em “Um Som de Trovão”.

Com exceção da obra de Gaylord Simpson, as outras foram adaptadas para o cinema, com resultados inferiores ao original em papel.

O diretor Rian Johnson retoma o tema numa coprodução com a China em Looper: Assassino do Futuro, ficando mais próximo da ideia de Bradbury de que alterar o passado pode ter um efeito sem volta sobre o futuro. Para o bem e para o mal.

É isso que Joe (Joseph Gordon-Levitt, de Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge), membro de um grupo de exterminadores pagos para matar vítimas enviadas do futuro, vai descobrir sozinho, quando ficar cara a cara consigo próprio 30 anos mais velho, despachado do ano de 2072, e ter de apertar o gatilho.

Em 2072, já foi dominada a técnica que permite viagens no tempo, mas elas são proibidas. Mesmo assim, um homem misterioso, que comanda um grupo de matadores, utiliza-se da tecnologia para eliminar seus desafetos sem deixar vestígios.”
Artigo Completo, ::AQUI::

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...